quarta-feira, novembro 15, 2006

Consequências do Sistema

Qualquer atitude ou regra tem a sua consequência, (e mais uma vez a velha discussão sobre as gorjetas) logo esta não é excepção.

Certo dia resolvo ir com um colega meu almoçar a um resturante, invez de comprar comida numa rolóte. Apetecia-me estar sentado, usar faca e garfo e descontrair um pouco.

Chegámos ao restaurante, caro por sinal, embora isso esteja directamente relacionado com o facto de os pratos que eles servem poderem ser comidos de faca e garfo e ficámos à espera de um empregado para nos indicar uma mesa.

Chegada a altura o simpático senho indicou-nos uma mesa, ao qual ao respondi, nós preferiamos uma daquelas (6 mesas vazias) junto à janela. Qual foi o meu espanto quando ele disse que isso era impossível.

A razão é que o restaurante está separado por zonas, 1 zona por empregado. Certo. Então as pessoas à medida que chegam tem que se ir sentando por ordem em cada uma das zonas para que os empregados recebam as gorjetas uniformemente, e não haver um chico esperto que só por que tem as mesas que os clientes querem recebe mais propinas....

A única coisas que não encacha no meio disto tudo é o facto de o cliente normalmente ser o agente a ser agradado quando se presta um serviço. E neste caso isso não entrava minimamente na equação.

Bem aqui havia 3 hipoteses, aceitar a mesa e ignorar o que se passou, ir embora, ou fazer birra até aparecer alguem responsável para pedir uma determinada mesa. Optámos por a primeira.


Por um lado é compreensivel que se tente distribuir as gorjetas visto que estas devem constituir cerca de 80% do ordenado dum empregado. Mas e nós, humildes clientes que pagamos caro para %#$&$# para comer uma porcariazinha qq e depois nem podems escolher o lugar. Sem contar com os 20% de gorjetas que nos aguardam no fim....

Ninja

3 Comments:

Blogger Alex said...

Apenas um pequeno comentário!
Em Português não se usa a expressão "Certo dia resolvo ir com um colega meu ter um almoço a um resturante".
Eu sei que tu trabalhas em coisas relacionadas com Lingua Natural, tradução automática e tal, mas por favor não comeces a escrever em Português como se tivesses traduzido o texto numa qualquer ferramenta de tradução on-line!

É mesmo para chatear!!! Curiosamente, outro dia fui almoçar com uma amiga minha e aconteceu-me a mesma coisa.

Abraço

9:41 da manhã  
Blogger Ninja Lusitano said...

pois tens toda a razão. Nunca fui muito bom a escrever e começo a notar que o meu português está a ser poluido por diversas expressões traduzidas à letra.....

Correcções são sempre bem vindas.

Espero conseguir que os computadores façam melhor que eu.

Sinceramente teu,

Ninja

PS: Esta foi só a brincar

11:23 da manhã  
Anonymous sónia said...

Ola Ninjinha,

Acho que as consequências não se reflectem apenas na expressão escrita. Parece-me que a distância está mesmo a afectar toda a tua estrutura, afinal " somos uma seta constante em movimento" :)lol

beijoquinhas enormeeessssss

Sónia

6:46 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home